PESQUISA ESTE SITE

Total de visualizações de página

PESSOAS ONLINE



21 março 2023

Decreto institui cotas raciais em 30% dos cargos de confiança


Como forma de ampliar a presença de pessoas negras em cargos de liderança, o governo federal vai implementar um programa que reserva até 30% de vagas em cargos de comissão e funções de confiança na estrutura do Poder Executivo, incluindo administração direta, autarquias e fundações.
O decreto que institui a medida foi assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta terça-feira (21), em cerimônia no Palácio do Planalto alusiva ao Dia Internacional da Luta pela Eliminação da Discriminação Racial.

“Apesar de ocupar o posto de segunda maior nação negra do planeta [depois da Nigéria], o Brasil ainda não acertou as contas com o passado de 350 anos de escravidão. Apesar de todos os esforços e avanços, este país ainda tem uma imensa dívida histórica a resgatar”, afirmou Lula em discurso após assinar o decreto.

O presidente lembrou que a Lei Áurea, que aboliu a escravidão formal no país, em 1888, tirou a população do confinamento das senzalas para o confinamento das piores estatísticas sociais até hoje. “Moradia, emprego, educação, saúde, segurança pública. Qualquer que seja o indicador, homens e, principalmente, mulheres negras são sempre os mais excluídos”, destacou.

As cotas serão para os Cargos Comissionados Executivos (CCE), que são de livre nomeação, e as Funções Comissionadas Executivas (FCE), que também são de livre nomeação, mas exclusivas para servidores concursados. Segundo o governo, o decreto estabelece o prazo de até 31 de dezembro de 2026 para que a administração pública federal alcance os percentuais mínimos de reserva de vagas estipulados.

“Daremos esse passo inédito que entrará para a história. Negros e negras na ponta e no topo da implementação de políticas públicas no governo federal, um novo horizonte para uma nova página desta gestão”, afirmou a ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, em discurso emocionado ao anunciar a medida.

Os ministérios da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) e da Igualdade Racial (MIR) devem estabelecer metas intermediárias para cada grupo dos níveis de CCE e FCE estipulados pelo decreto. As pastas também devem estabelecer metas específicas para cada órgão. A norma também determina a observação da paridade de gênero na ocupação desses cargos.

Grupos de trabalho

Na cerimônia, a ministra Anielle Franco anunciou a criação de três grupos de trabalho interministerial. Um vai atuar na estruturação do novo programa Juventude Negra Viva, que envolve uma articulação de ações de diversos ministérios para promover oportunidades para a juventude se desenvolver com segurança, saúde e educação.

O outro grupo de trabalho da pasta da Igualdade Racial, com apoio do Ministério da Cultura, vai desenvolver políticas de salvaguarda e promoção da memória e herança africana do Sítio Arqueológico do Cais do Valongo, no Rio de Janeiro. O Mercado do Valongo foi o principal entreposto do comércio de africanos escravizados das Américas, durante o período colonial. Um terceiro grupo de trabalho vai propor medidas para o enfrentamento ao racismo religioso contra religiões de matriz africana no país.

Agência Brasil 

Moro rebate Lula e diz que presidente quer se vingar do povo brasileiro


O senador, ex-juiz e ex-ministro da Justiça, Sergio Moro (União Brasil-PR) respondeu, nesta terça-feira (21), às falas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que afirmou querer vingar-se dele em razão de sua prisão, em 2018.

Lula disse, em entrevista ao portal Brasil 247, que os métodos da Operação Lava Jato (caso que à época era julgado por Moro) levavam as pessoas a delatarem, porque não aguentavam a pressão.

“De vez em quando ia um procurador, entrava lá de sábado, dia de semana, para perguntar se estava tudo bem. Entravam três ou quatro procuradores e perguntavam: ‘está tudo bem?’ ‘[Eu respondia:] não está tudo bem. Só vai estar tudo bem quando eu foder esse Moro. Vocês cortam a palavra ‘foder'”, afirmou.

Depois, em entrevista à CNN Brasil, Moro respondeu. “Minha interpretação é que o presidente está se vingando da população brasileira, porque o governo não tem apresentado resultados”, disse.

“O presidente já chamou agricultores de fascistas, disse que não confiava nos militares, fez uma fala absurda sobre livros de economia que teriam sido superados”, acrescentou.

Moro foi quem determinou a prisão de Lula em 2018, quando este se posicionava como candidato à Presidência nas eleições daquele ano, contra Jair Bolsonaro (PL).

O ex-juiz julgou os casos da Lava Jato até virar ministro da Justiça, a convite de Bolsonaro. Depois, investigação do site The Intercept revelou mensagens trocadas entre ele e o então procurador do caso, Deltan Dallagnol, que mostram que os dois trocavam colaborações e dividiam informações sobre o caso de Lula ainda durante as investigações.

Moro deixou o governo rachado com o então presidente, mas os dois se reaproximaram durante a campanha de 2022 e são atualmente aliados.

Lula foi preso em 2018 e passou 580 dias na carceragem da Polícia Federal em Curitiba.

O atual presidente se emocionou no momento em que respondia a perguntas sobre o seu período preso em Curitiba. Disse que sentiu muita mágoa e citou as perdas da esposa Marisa Letícia, que morreu em 2017, e do irmão Genival Inácio da Silva, o Vavá, que morreu em 2019.

“É engraçado que eu fiquei naquela cadeia lá e foi um momento muito rico da minha vida de resistência. Quantas vezes eu deitava naquela cama e ficava de barriga pra cima olhando o teto”, afirmava o presidente, quando começou a chorar.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) 

Paraú vai sediar o maior evento de motocross do Rio Grande do Norte



Itajá uma fonte de riquezas inexploradas: município é tema de projeto que está sendo apresentado por alunas da escola estadual joão manoel pessoa na FEBRACE na USP em São Paulo


Nos dias 20 a 24 de março de 2023 está acontecendo na cidade de São Paulo a 21ª edição da FEBRACE a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia na USP, são 200 projetos de todo país entre eles 4 da 11 DIREC, 2 projetos da Escola Estadual João Manoel Pessoa, no município de Itajá.

Tema 

Itajá uma fonte de riquezas inexploradas. Que mostra o potencial turístico do município de Itajá e a falta de divulgação e exploração desses pontos.

Umbu Plastic: plástico biodegradável produzido a partir do resíduo agroindustrial do Umbu (Spondias tuberosa). Produzido como uma alternativa ao plástico convencional.

Orientadora: Kecya Monique Lopes de Figueredo 


Alunas: Vitoria Jamile Medeiros Vascacio 
Lavínia Rosa da Silva 
Giovana Cabral dos Santos

Orientadora: Kecya Monique Lopes de Figueredo 

Alunas: Damilly Clainy da Silva 
Maria Aparecida da Silva

Acompanha a delegação a coordenadora pedagógica da escola Daniele Cristina da Silva.







Sesed alerta para golpes em meio aos ataques no Rio Grande do Norte

Em meio aos ataques perpetrados há uma semana no Rio Grande do Norte, a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) alerta a população quanto a golpes aplicados por estelionatários. Segundo a pasta, a prática criminosa identificada trata-se do envio de mensagens em que golpistas cobram dinheiro para que imóveis ou estabelecimentos da vítima não sejam alvos da onda de atentados. 
"Se alguém ligar ou mandar mensagem para você ameaçando que seu imóvel, ou estabelecimento comercial será incendiado, ou alvo de disparos de arma de fogo, e para evitar que isso ocorra deve efetuar algum tipo de pagamento, trata-se de um GOLPE", diz o comunicado da Sesed.

A secretaria diz que o cidadão que for alvo desse tipo de tentativa criminosa deve acionar imediatamente as autoridades, através dos telefones 190 e 181 para atuação das polícias quanto à investigação. Trata-se de crime de estelionato, previsto no Código Penal Brasileiro (Artigo 158), que prevê prisão entre 4 a 5 anos.

Outro tipo de ação criminosa registrada é a de golpistas que têm se aproveitado do atual contexto de insegurança para impor o pânico e, inclusive, disseminar supostas "ordens" para fechamento do comércio em algumas regiões. O mais comum tem sido a exigência de transferência de valores via Pix, segundo a Sesed.

A pasta reforça que a população não faça qualquer transferência em dinheiro para os criminosos e denunciem a ação às autoridades. Tribuna do Norte

Explosão de artefato não causou danos estruturais à Ponte de Igapó




Após o esquadrão antibombas do Batalhão de Operações Especiais (Bope) averiguar a explosão ocorrida, no final da tarde desta terça-feira, na Ponte de Igapó, na zona Norte de Natal, não foi constatado danos estruturais ao equipamento, possibilitando a liberação do tráfego.

Os dois sentidos da ponte havia sido interditados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), depois que motoristas informaram à Polícia Militar sobre a explosão.

Em vídeos que circularam nas redes sociais, motoristas se mostravam apreensivos com um estrondo na cabeceira da ponte. As imagens mostram a fumaça causada pela explosão do material.

Em Nota, a Assessoria de Comunicação da Polícia Militar informou se tratar de um recipiente com pólvora prensada, similar a fogos de artifício, que produziu um alto efeito sonoro, com presença de fumaça. 

Tribuna do Norte 

 

Criminosos mandam crianças descerem e colocam fogo em van escolar em Felipe Camarão

ATAQUES NO RN

Mais um ataque incendiário é registrado em Natal. Por volta das 19h desta terça-feira, criminosos atearam fogo em uma van escolar na rua Padre Cícero, no bairro de Felipe Camarão, zona Oeste de Natal. Moradores relataram que os bandidos efetuaram disparos, deixando todos apavorados. Até o momento, nenhum suspeito foi preso. A polícia confirmou, também, que duas crianças estavam na van quando os criminosos chegaram e mandaram elas descerem para queimar a van.
O Corpo de Bombeiros foi acionado ao local, junto com uma guarnição da Polícia Militar.

TRIBUNA DO NORTE 

Lula defende que governo volte a ser 'dono' da Eletrobras



O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou nesta terça-feira, 21, que pretende reestatizar a Eletrobras apenas sete meses após o processo de privatização da empresa. Em entrevista ao site Brasil 247, Lula disse que, se o governo tiver condições, "voltaremos a ser dono" da companhia energética e garantiu que "não vai ficar por isso" a venda da maior fatia de participação na empresa a investidores privados.
"O que foi feito na Eletrobras foi um crime de lesa-pátria. Você privatizou uma empresa daquele porte e usou o dinheiro para o quê? É como se você tivesse a sua casa e dissesse que decidiu vender a sua casa para pagar a sua divida. Você vai ficar com o que na vida? Uma empresa como a Eletrobras é um patrimônio desse País e tem que ter muita responsabilidade", argumentou Lula. "Eu espero que um dia, se a gente tiver condições, a agente volte a ser dono da maior empresa de energia que esse País já teve", completou.

As criticas ao processo de privatização da Eletrobras marcaram a campanha presidencial petista e ainda estão presentes nos discursos de Lula após tomar posse. Em fevereiro deste ano, o presidente disse que os termos da privatização da empresa são "leoninos” e “erráticos", assim como "lesa-pátria". Na ocasião, Lula ainda orientou que a Advocacia Geral da União (AGU) a solicitar a revisão do contrato.

Na entrevista, Lula voltou a fazer menções a empresa, mas desta vez alinhando às críticas ao processo de privatização às queixas que tem feito à taxa de juros definida pelo Banco Central.

O presidente classificou como "irresponsabilidade" a venda da Eletrobras para pagar juros da divida interna enquanto defendia a ampliação dos investimentos públicos em infraestrutura e programas sociais.

Petrobras

Lula também afirmou ter orientado o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, a suspender a venda de todos os ativos da empresa. Uma de suas promessas durante a campanha eleitoral era paralisar todos os processos de privatização de empresas federais.

Em seu primeiro dia de governo, Lula determinou via decreto a suspensão de oito estudos e processos de desestatização em curso no governo.

Estadão Conteúdo

Dino determina investigação da PF por violência política de gênero contra Fátima e Bonavides



O ministro da Justoça, Flávio Dino, encaminhou ofício ao diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Passos Rodrigues, para determinar a apuração de supostos crimes cometidos contra políticas mulheres, incluindo a governadora Fátima Bezerra (PT) e a deputada federal Natália Bonavides (PT). No documento, protocolado ontem à tarde, Dino cita possível cometimento de "violência política de gênero" contra parlamentares e a governadora do Rio Grande do Norte.
Os casos em questão foram contabilizados pelo "Mapa da Violência Política de Gênero em Plataformas Digitais", produzida pelo Laboratório de Combate à Desinformação e ao Discurso de Ódio em Sistemas de Comunicação em Rede (DDoS Lab), da Universidade Federal Fluminense (UFF). Pelos números, de acordo com Dino, ficou apontado que a violência política tem se ampliado, "sobretudo de forma sistêmica e articulada nas redes sociais", citando a análise de menções a 79 deputadas federais e a 12 senadoras da legislatura que se encerrou em 2023.

"Verifica-se, portanto, que o crescimento dos episódios de violência política contra as mulheres, especialmente nas plataformas digitais, exige que se ampliem os esforços já desenvolvidos no que se refere a um canal unificado de denúncias e a sistematização de investigações que permitam, inclusive, o aperfeiçoamento das políticas públicas relacionadas ao tema", justificou o ministro.

Pela lei, os fatos, na forma como se apresentam, podem configurar os crime de violência política, previsto tanto no código penal quanto eleitoral, que teriam ocorrido, inclusive, de maneira sistêmica, "a partir de grupos orientados a reprimir e ofender mulheres que ocupam cargos públicos e funções políticas". "Como alguns dados de relatórios parecem indicar, cabe investigar a existência de grupos incumbidos de realizar ataques e disseminar atos de violência política em rede por meio de plataformas digitais", disse o ofício.

Como exemplos, Flávio Dino citou a senadora Soraya Thronicke (União Brasil) e a bancada do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), que estiveram no Ministério da Justiça para tratar do tema, assim como chegaram ao conhecimento do ministro "postagens ameaçadoras contra a Governadora Fátima Bezerra e a deputada Natália Bonavides". "Em todos esses casos, houve narrativas de recentes eventos que configuram violência política de gênero. Tais episódios se somam a outros ataques contra agentes políticas femininas, de vários partidos e em vários Estados, gerando ampla repercussão interestadual e com forte potencialidade de exclusão das mulheres da política, em razão de intimidação, ameaças, agressões morais etc ", justificou.

A determinação é para o início imediato da "adoção de medias investigativas legalmente cabíveis".

Tribuna do Norte


Volume hídrico total do RN está em 44,78%; crescimento é de 4,2% em 13 dias



Segundo dados do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn) atualizados nesta segunda-feira (20), o RN acumula 44,78% das reservas hídricas superficiais totais. O número é maior em comparação ao apontado pelo instituto em 7 de março, quando o território potiguar possuía 42,97% da capacidade total abastecida.
Em comparação aos números registrados neste mesmo período do ano, a porcentagem é a melhor dos últimos quatro anos. A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, que é o maior reservatório do RN, está com volume de 50,36%, porcentagem superior se comparada com a registrada no início do mês, quando o reservatório tinha 49,82% da capacidade.

Na barragem de Santa Cruz do Apodi, segundo o novo levantamento do Igarn, o volume hídrico é de 39,11%, superior aos 36,42% registrados no início do mês. Com 62,78%, a barragem de Umarí também apresentou aumento no volume desde o levantamento anterior, quando a capacidade da barragem era de 55,70%.

Reservatórios em alerta

Existem 23 reservatórios no RN que apresentam um volume abaixo de 20%. O levantamento do Igarn aponta ainda que os reservatórios Passagem das Traíras, Trairi e Esguicho praticamente não possuem nenhum volume hídrico. Ou seja, estão secos.

Com relação aos reservatórios que ainda possuem volume, Itans (com 2,48% do volume total), Marechal Dutra (com 3,98%) e Dourado (com 4,84) estão entre os que apresentam os piores volumes hídricos no Estado.

Tribuna do Norte 


Rogério Marinho critica a inércia do governo estadual nos ataques criminosos no RN


O senador Rogério Marinho (PL-RN) destacou, em pronunciamento nesta segunda-feira (20), a crise de segurança pública no Rio Grande do Norte. Ele observou que, desde 14 de março, as cidades desse estado estão sofrendo com ataques comandados por facções criminosas. Na opinião do parlamentar, a inércia do governo estadual contribuiu para a situação chegar a esse ponto, com os comércios fechados e os marginais impondo toque de recolher para a população.

Ele registrou que, nos últimos cinco anos, o Brasil teve um decréscimo de mais de 20% no número de mortes violentas, mas, segundo ele, isso não se refletiu no Rio Grande do Norte. Para Marinho, a gestão da governadora Fátima Bezerra (PT) já deu demonstrações claras de incompetência para enfrentar o crime organizado.

“Sem querer brincar com uma situação tão séria, parece-me que o crime no Rio Grande do Norte está organizado e o governo desorganizado. E essa desorganização vai atingir principalmente os mais humildes e os mais fragilizados, prejudicando, eu diria muito seriamente, a indústria do turismo. Nós estamos vendo o Rio Grande do Norte nas páginas dos principais jornais do país, dos principais noticiários do Brasil e do mundo, não como exemplo de belezas naturais, não como um local aprazível para ser visitado, mas onde há uma conflagração entre marginais, entre membros de facções contra o povo potiguar, o que inibe evidentemente aqueles que pretendem visitar o estado. Já se tem notícia de cancelamento de quase 50% das futuras hospedagens”, explicou.

Segundo Marinho, seria possível evitar essa onda de violência se o governo do estado tivesse investido os recursos do Fundo Nacional de Justiça para a recuperação do sistema prisional, o aparelhamento da polícia e sistemas de inteligência.

“Há mais de quatro anos os recursos dormem nos cofres do estado. Espero que essa situação pelo menos sirva para acabar com a letargia, a inércia e a incompetência em que o nosso estado está mergulhado,” lamentou.


Populares encontram suposta bomba na Vila de Ponta Negra


Uma possível bomba foi encontrada na Vila de Ponta Negra, na zona Sul de Natal, nesta terça-feira (21). O suposto artefato explosivo foi localizado nas proximidades do terminal de ônibus da região.

O material foi encontrado perto de uma calçada e o local estava sendo isolado por policiais militares do batalhão ambiental.


O Batalhão de Operação Policiais Especiais (Bope) foi acionado e realizou a detonação do explosivo.

Por Portal 96

Preços de medicamentos devem subir cerca de 5% a partir de 1° de abril em todo o país


A partir do dia 1º de abril, os preços dos medicamentos devem subir cerca de 5% em todo o país. O limite do reajuste é estabelecido pelo governo e pode ser repassado pelas farmácias de uma vez ou ao longo do ano.

O cálculo inclui diferentes fatores, mas este ano a indústria estima que a alta seja ditada pela inflação do período, que foi de 5,6%. Enquanto os preços não sobem, as farmácias preparam os estoques para atrair os clientes com o preço antigo e melhores condições de pagamento.
“A gente já se prepara com a demanda dessa população que vai vir buscar esses medicamentos com preço antigo, né, antes da alta desses medicamentos. Então a gente programa a parte de estoque, a gente também faz toda a parte de parcelamento, a gente aumenta o parcelamento para a população”, explica Renane Bernardes, coordenadora farmacêutica.

Segundo o Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos, em 10 anos, o preço dos medicamentos subiu 76,79% no país, abaixo da inflação acumulada, de 90,24%.

A pensionista Cátia Figueiredo, por exemplo, precisa de vários remédios e de um alto orçamento para os gastos com a farmácia. “Em média de R$ 1,2 mil a R$ 1,5 mil. Amanhã eu vou à farmácia para comprar um estoque de medicamentos para que eu possa ter uma reserva e pelo menos não ter um baque tão grande”, conta.

Bom Dia Brasil


Emparn prevê volume de chuvas ‘acima do normal’ no outono do RN


O verão, estação mais quente do ano se encerra na noite desta segunda-feira (20), quando entra no hemisfério sul o outono, por volta das 18h25. A temperatura, no entanto, deve se manter estável no Rio Grande do Norte na nova estação.
A análise é do departamento de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn).
Segundo o chefe da Unidade Instrumental de Meteorologia da Emparn, Gimar Bristot, “as características do outono não apresentarão grandes variabilidades no que diz respeito à temperatura do ar e a ocorrência de chuvas no estado”.
Segundo ele, há a tendência ainda de ocorrência de boas chuvas neste período em 2023.
“Nessa estação ocorrem boas chuvas e a previsão é de volumes de normal a acima do normal devido às condições termodinâmicas atuais apresentadas pelos oceanos”, explicou o meteorologista.
Mesmo com alteração das estações, a tendência de pronlongamento do período chuvoso é até o mês de maio.
A Emparn avalia o cenário para o trimestre através do sistema de monitoramento. E a previsão, em relação à temperatura, é de estabilidade em comparação com o verão.
“O comportamento da temperatura será próximo da normalidade, pois não havendo bloqueios atmosféricos significativos, as temperaturas não apresentaram mudanças significativas”, reforçou Bistrot.

Verão

Durante o verão, diversas cidades do Rio Grande do Norte registraram chuvas com volumes de normal a acima do normal, inclusive com precipitações acima dos 100 milímetros.
No último fim de semana do verão foram registradas chuvas fortes em todas as regiões do estado.
Os maiores volumes foram em João Câmara (197,1mm), no Agreste; Timbaúba dos Batistas (139,8mm), na Região Central; Olho D’água dos Borges (127,6mm), no Oeste; e Parnamirim (102,8mm), na Região Leste.
Os dados contabilizam as chuvas no período entre 9h15 da sexta-feira (17) até o mesmo horário desta segunda-feira (20).

Temperaturas da semana
As temperaturas para esta semana deverão variar entre 22°C, nas madrugadas e 34°C, durante as tardes no litoral potiguar. No interior, os termômetros devem variar entre 20°C e 38°C.
Para o restante do mês de março, a tendência é que a temperatura fique na média de 26,1C; em abril, 25,7°C ; maio, 25,2°C e junho, 24,4°C, quando começa o Inverno, a partir do dia 21.

G1 RN

Bandidos invadem casa de Luanna Sensação e fazem arrastão no RN

Luanna é uma jovem de Jucurutu, no interior do Rio Grande do Norte, que viralizou na semana passada, no entanto, a visibilidade sobre Luanna Sensação, que já tem quase 30 mil seguidores no Instagram, teve um efeito negativo também.

Em suas redes sociais, Luanna revelou que teve sua casa arrombada e os bandidos levaram diversos pertences seus. Entre os bens, a famosinha cita uma Air-Fryer, perfumes e até desodorante.


No seu desabafo, a jovem questiona o motivo de atacarem sua casa e dispara: “Vocês não tem o que fazer não, é?”

Blog Jair Sampaio


Governo consegue barrar CPI do 8 de janeiro no Senado


A CPI dos atos de 8 de janeiro no Senado foi esvaziada após intensa mobilização do Palácio do Planalto. Os senadores tinham até sexta-feira última para confirmar ou não seu apoio à investigação. Mas apenas 15 parlamentares reafirmaram que querem a CPI. Ela precisava de pelo menos 27 assinaturas.

Como registramos, na lista dos parlamentares que voltaram a endossar a investigação estão Alessandro Vieira (PSDB), Marcos do Val (Podemos) e Omar Aziz (PSD). Em contrapartida, nove senadores retiraram seus nomes, entre os quais: Humberto Costa (PT-PE), Leila Barros (PDT-DF), Fabiano Contarato (PT-ES) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Outros senadores não retiraram seus nomes, mas resolveram ficar em cima do muro. Na prática, deixaram o assunto caducar. Entre eles, Jorge Kajuru, líder do PSB no Senado.

E, assim, a CPI dos atos de 8 de janeiro no Senado morreu.

O Antagonista 

Operação Pente Fino impede novos ataques em Parnamirim



As forças de segurança continuam nas ruas, trabalhando para conter a onde de ataques criminosos que tem amedrontado a população ao longo da última semana. Nos últimos dias a operação Pente Fino realizou 286 abordagens e 33 pessoas foram conduzidas para a delegacia.

A operação conta com agentes da Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Penal, Corpo de Bombeiros, além de agentes da Força Nacional. A agilidade das equipes têm sido fator primordial para conter os ataques e frustrar várias tentativas.

As abordagens preventivas continuam e um menor número de ocorrências já tem sido registrados. Os agentes de segurança também tem agido para possibilitar a realização de serviços básicos como a coleta de lixo domiciliar e hospitalar, além de garantir o funcionamento do comércio.




Aplicação das provas do concurso da PMRN é adiada; nova data será anunciada

O concurso da Polícia Militar, com mais de 1.158 vagas, teve a data de aplicação das provas adiada nesta segunda-feira (20). O comunicado foi publicado pela comissão de organização geral do concurso, que informa que novas datas serão divulgadas em momento oportuno. As provas estavam previstas para serem aplicadas no próximo domingo (26).

Em nota, a Polícia Militar esclareceu que o concurso foi adiado a pedido da banca organizadora do concurso, IBFC, por falta de logística de recurso pessoal.

A corporação informou que garantiu todo o aparato policial para realização do certame, mas que a decisão coube ao IBFC.

O concurso oferta 1.158 vagas, sendo 1.128 para soldado e 30 para músicos, com salário inicial de R$ 1.302, enquanto aluno.

As inscrições para o concurso terminaram em 22 de fevereiro. Mais de 35 mil pessoas se inscreveram no certame para candidatos de nível superior de escolaridade.




Fórum do município de Angicos é alvo de ataques a tiros durante a madrugada

 
Bandidos atiraram no Poder Judiciário, comarca da cidade de Angicos, no Rio Grande do Norte, na madrugada desta terça-feira (21), por volta das 2h. Segundo informações, as balas atingiram paredes e janelas do prédio.
A cidade já estava em alerta, o que levou a festa do padroeiro a ser adiada devido à insegurança na região.
O fórum é um importante ponto de referência na cidade, e a ação dos criminosos representa um desafio para as autoridades que trabalham para garantir a segurança e a tranquilidade da população.
A polícia local já iniciou as investigações e está em busca de informações que possam levar à identificação e captura dos responsáveis pelo ataque ao fórum. Blog Carlos Costa




142 suspeitos foram presos desde o início dos ataques no RN

LEVANTAMENTO

De acordo com o último balanço divulgado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), 142 pessoas foram presas pela participação nos ataques perpetrados no Rio Grande do Norte, até as 23h desta segunda-feira 20.

Além das prisões, foram apreendidas 41 armas de fogo e 139 artefatos explosivos.

Confira os números abaixo:

142 suspeitos presos* (sendo 6 adolescentes, 14 foragidos da Justiça recapturados, 1 tornozelado preso com arma de fogo, 1 tornozelado com galão de gasolina e 1 tornozelado com grande quantidade de drogas)
41 armas de fogo apreendidas
5 simulacros de arma de fogo apreendidos
139 artefatos explosivos apreendidos
29 galões de combustíveis apreendidos
14 motos apreendidas
2 carros apreendidos
Dinheiro apreendido
Drogas apreendidas
Munições apreendidas
Produtos de furto recuperados

*Dos 142 suspeitos presos, 18 foram na Operação Normandia


Líder de facção morre após confronto com policiais na zona rural de Tibau/RN

OPERAÇÃO POLICIAL


Policiais civis da Divisão de Polícia do Oeste/DIVIPOE, com apoio da Força Tarefa de Mossoró e Polícia Militar do Ceará, realizaram uma operação na zona rural do município de Icapuí, no Ceará, para prender Francisco Allison de Freitas, mais conhecido como “Nazista”, de 29 anos, na madrugada desta terça-feira 21. O investigado atirou contra os policiais, foi alvejado e morreu no hospital, após ser socorrido. Foram apreendidas com ele uma arma de fogo e munições.

“Nazista” comandava os ataques da facção no município de Mossoró e região, sendo uma liderança da organização criminosa. Em recente operação da Polícia Civil, foram apreendidos quase 100 litros de gasolina e munições em um dos seus endereços. Na ocasião, a ocorrência aconteceu em um lava a jato na cidade de Mossoró, na última quarta-feira 15.

A OPERAÇÃO

A Operação ocorreu conjuntamente com o Laboratório de Operações Cibernéticas – CIBERLAB/DINT da SENASP/MJSP, das Forças-tarefa SUSP (Natal e Mossoró) e do Estado da Paraíba, de Combate ao Crime Organizado. Aproximadamente 20 agentes da Segurança Pública participaram da ação na manhã desta terça.

As Forças-Tarefa são compostas pela Polícia Federal (PF), Polícia Militar, Polícia Civil, Secretaria Nacional de Políticas Penais (SENAPPEN), Secretarias de Administração Penitenciária (SEAP), Secretarias de Segurança Pública e Defesa Social e da Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP).

A ação de interagências faz parte de um conjunto de operações integradas e coordenadas pela SENASP/MJSP e SESED/RN para reprimir a atuação de facções criminosas no Estado do Rio Grande do Norte.


Policial penal rebate denúncias e mostra quentinhas dos presos do RN: “Querem mais o quê?”

POLÍCIA PENAL

A presidente do Sindicato dos Policiais Penais do Rio Grande do Norte (Sindppen-RN), Vilma Batista, expôs nas redes sociais neste fim de semana imagens das refeições que são servidas aos detentos do sistema prisional do Estado, após denúncias de que os presos estão recebendo comida estragada.

Nas publicações, Vilma Batista mostra imagens das quentinhas que são distribuídas nos presídios, nas quatro refeições às quais os presos têm direito no Rio Grande do Norte. O cardápio inclui pão, frutas, arroz, feijão, salada, batata doce, legumes e rapadura de sobremesa.

Em uma das publicações, Vilma Batista questiona: “Querem mais o quê?”.

Supostas violações de direitos humanos em presídios são apontadas como uma das causas para a série de ataques criminosos orquestrados que vêm sendo registrados no Rio Grande do Norte desde a semana passada. Foram pelo menos 259 ataques até agora.

Inspeções realizadas em novembro de 2022 pelo Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT) em cinco dos 19 presídios do Estado apontaram que há violações de direitos humanos nas unidades potiguares.

O órgão diz ter encontrado marmitas com comida estragada a ponto de o cheiro provocar náuseas.

Em nota na semana passada, o Sindppen-RN afirma que a acusação da existência de torturas e de outras violações nas unidades prisionais é “injusta e covarde”.