PESQUISA ESTE SITE

Total de visualizações de página

PESSOAS ONLINE



04 julho 2023

Em noite violenta, polícia registra seis mortes na Zona Norte de Natal

POR ISMAEL JEFFERSON

 
     
Pelo menos seis mortes violentas foram registradas na noite de segunda-feira (3) na Zona Norte de Natal, segundo a Polícia Militar do Rio Grande do Norte.


Três homicídios aconteceram em um espaço de apenas uma hora. Outras três mortes aconteceram durante ações policiais, segundo a corporação.

O primeiro caso foi registrado ainda no início da noite, por volta das 18h, na avenida Ilha Bela, no conjunto Gramoré, bairro Lagoa Azul. Um homem que era suspeito de realizar um assalto na Praia do Meio no domingo (2) resistiu a uma abordagem da Força Tática e atirou contra os policiais.

Segundo a polícia, os militares revidaram a agressão e atingiram o suspeito. Ele foi levado para o Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Em seguida, no espaço de uma hora, três homicídios com características de execução foram registrados na Zona Norte - dois no bairro Nossa Senhora da Apresentação e um terceiro no loteamento José Sarney, no bairro Lagoa Azul.

Os crimes em Nossa Senhora da Apresentação aconteceram na Rua dos Eucaliptos e na Rua Chico Mendes. Já no loteamento José Sarney, uma morte foi registrada na Rua Centro da Lagoa.

Segundo a polícia, os três homens mortos na região eram monitorados pela Justiça e usavam tornozeleira eletrônica. Os suspeitos dos crimes não foram identificados e presos até a última atualização desta matéria.

Ainda durante a noite, dois homens suspeitos de roubo também morreram em uma colisão com um ônibus durante uma perseguição policial.

Segundo a Polícia Militar, a dupla havia roubado uma motocicleta para realizar assaltos, nas proximidades da avenida Santarém. Os policiais foram acionados por vítimas na região e iniciaram buscas pelos suspeitos.

Durante a perseguição, os suspeitos bateram a moto na lateral de um ônibus de transporte escolar e morreram.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil foi acionada a todos os locais de morte junto com o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), para dar início às investigações.

Os corpos não foram identificados oficialmente pelo Itep até o início da manhã desta terça-feira (4).

G1/RN 

Advogados são presos em operação de combate aos crimes de organização criminosa e tráfico de drogas no RN

POR ISMAEL JEFFERSON

Pelo menos dois advogados foram presos em uma operação deflagrada pela Polícia Federal e forças estaduais de segurança do Rio Grande do Norte na manhã desta terça-feira (4), contra uma facção criminosa responsável pelos ataques criminosos de março no estado.

A PF confirmou que entre os alvos da operação estão três advogados, além de chefes da facção. Eles são investigados crimes como organização criminosa, tráfico de drogas e associação para o tráfico. Às 9h56, pelo menos dois advogados já tinham sido presos.

Segundo a PF, cerca de 110 policiais cumprem 26 mandados de prisão e 21 mandados de busca e apreensão nos municípios de Natal, Parnamirim e São José de Mipibu/RN, além de Campina Grande e João Pessoa/PB. Também estão sendo bloqueadas judicialmente diversas contas bancárias.

Segundo a PF, a operação ocorre dentro do inquérito instaurado para apurar a autoria de um “salve” realizado em março de 2023, que resultou em mais de 300 ataques registrados no estado.

"Foi identificada a origem dessa comunicação, bem como a atuação de facção criminosa dedicada ao tráfico de drogas e outros crimes graves através da utilização de advogados para levar e trazer informações dos apenados para além dos muros dos presídios", informou a PF.

Ainda de acordo com a corporação, os investigadores constataram que a organização criminosa arrecadou dinheiro, combustível, armas, munições e até mesmo explosivos.

Segundo a PF, os investigados poderão responder por organização criminosa e tráfico de drogas e, se condenados, cumprir pena de até 23 anos de reclusão.

A Força-Tarefa Susp de Natal, responsável pela operação, é composta pela Polícia Federal, Secretaria Nacional de Políticas Penais, Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Penal, Secretaria de Estado da Administração Penitenciária e Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social do RN.

G1/RN


Corpo de bebê é encontrado em estação de transbordo de resíduos em Natal

POR ISMAEL JEFFERSON

O corpo de um bebê, com a cabeça perfurada, foi encontrado na manhã desta segunda-feira (3) na estação de transbordo de resíudos sólidos em Cidade Nova, na Zona Oeste de Natal.

Segundo a Polícia Militar, o bebê era do sexo masculino. A PM informou que feto estava todo formado, mas não confirmou, no entanto, quantos meses tinha.

O bebê também estava com uma pulseira em um dos braços, segundo informou a PM.

O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) e a Polícia Civil foram acionados para iniciar a investigação no local.

O corpo passará por análise também no Itep e o caso será investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoas (DHPP), já que foi encontrada uma perfuração na cabeça.


G1/RN

PRF autua 271 motoristas por dirigirem sob efeito de álcool em junho no RN

POR ISMAEL JEFFERSON

A Polícia Rodoviária Federal autuou, no mês de junho, 271 pessoas que dirigiam sob a influência de álcool nas estradas federais que cortam o Rio Grande do Norte. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (3).

Desse total, 12 também foram presas pelo crime de embriaguez ao volante. Todos os 271 motoristas tiveram multas no valor de R$ 2.934,70 e terão a carteira de habilitação suspensa.

Segundo a PRF, 132 dessas autuações, quase metade, ocorreram na Região Oeste do estado. O órgão informou que intensificou a fiscalização em todas as regiões do estado neste período de festividades juninas.

A PRF também informou que quatro mortes foram registradas decorrentes de acidentes nas rodovias federais do RN neste mês de junho, o que representa uma redução de 33% em relação ao mesmo período do ano passado. Outras 75 pessoas ficaram feridas em acidentes na rodovia.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, mais de 11 mil veículos e 13 mil pessoas foram fiscalizadas. E, ao todo, foram realizados 10.375 testes de etilômetro.


G1/RN