PESQUISA ESTE SITE

Total de visualizações de página

PESSOAS ONLINE



13 setembro 2023

Irmãos morrem após batida entre moto e carreta no interior do RN

POR ISMAEL JEFFERSON

Dois irmãos morreram na tarde desta quarta-feira (13) em uma batida entre uma carreta e uma motocicleta na cidade de Touros, no litoral Norte potiguar. Um vídeo registrado por câmeras de segurança flagrou a colisão (veja acima).

O acidente aconteceu na Avenida 27 de Março, no Centro de Touros, por volta das 16h20. Os irmãos - que estavam na moto - morreram na hora, antes mesmo da chegada do atendimento médico.

A Polícia Militar confirmou que os dois jovens na moto eram irmãos, mas não deu oficialmente os nomes das vítimas.

O motorista da carreta foi detido e realizou o teste do bafômetro, que deu negativo.

O acidente comoveu a população local no Centro da cidade. Os irmãos caíram da moto juntos e praticamente abraçados, segundo relataram testemunhas.

O Comando de Policiamento Rodoviário (CPRE) foi acionado para a ocorrência, assim como a Polícia Civil, já que houve vítimas fatais. O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) também se deslocou até o trecho para realizar a perícia, que vai auxiliar nas investigações.


Outro acidente

Touros também registrou um acidente automobilístico no domingo passado (10), que culminou com uma vítima fatal e sete feridos. A colisão frontal entre os dois carros ocorreu na RN-023.



G1/RN

Casal é preso por roubo contra agência dos Correios e posto de combustível no RN

POR ISMAEL JEFFERSON


 Um homem e uma mulher foram presos nesta terça-feira (12) em uma operação integrada entre Polícia Federal e Polícia Civil do Rio Grande do Norte realizada na cidade de Parnamirim, na Grande Natal. O casal era procurado por crimes cometidos em 2016 e 2017.

O homem é condenado por um crime de roubo cometido no ano de 2017 contra uma agência dos Correios na cidade de Pedra Preta, no interior potiguar. 


Ele também possui envolvimento com uma organização criminosa. Em Natal, foi presa sua esposa, condenada por um assalto a um posto de combustível na avenida Jaguarari, no bairro Lagoa Nova, Zona Sul da cidade, cometido em 2016.


No momento da prisão, o homem foi abordado enquanto trabalhava como soldador em uma metalúrgica. Ele ainda tentou enganar os policiais e se apresentou com o nome de outra pessoa. Por este motivo, ele também foi autuado em flagrante por uso de documento falso. A mulher foi presa em casa e não esboçou reação.


Os dois foram submetidos a exame de corpo de delito no Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) e em seguida encaminhados para a Superintendência da Polícia Federal (PF), onde aguardam transferência ao sistema prisional estadual.


G1/RN


3R Petroleum diz que gasolina e diesel vendidos pela refinaria Clara Camarão não são produzidos no RN

POR ISMAEL JEFFERSON


 A empresa 3R Petroleum, que administra a Refinaria Clara Camarão desde junho, afirmou que a gasolina e diesel vendidos pela unidade localizada em Guamaré, na Costa Branca potiguar, não são produzidos no Rio Grande do Norte.

A declaração de um representante da empresa foi feita na terça-feira (12) durante reunião com deputados estaduais do Rio Grande do Norte na Assembleia Legislativa. A empresa foi convidada pelos parlamentares para explicar o preço dos combustíveis comercializados no estado.

De acordo com o representante da empresa, a refinaria só produz querosene de aviação e toda a gasolina e o diesel comercializado são comprados fora do estado.

"A fórmula de preço que compõe o preço divulgado semanalmente pela 3R leva em consideração o custo da aquisição do diesel e da gasolina. A origem desse produto é Estados Unidos ou Europa", afirmou Kim Pedro, gerente de novos negócios da empresa, aos parlamentares.


No caso da gasolina da 3R, 60% do produto é importado de fora do país. Os outros 40% da demanda vem de outros fornecedores no país. O mesmo ocorre com o diesel S-10, que não é produzido pela empresa e depende de outros fornecedores.

"A refinaria Clara Camarão só tem condições de produzir querosene de aviação e os demais dependem das correntes importadas", afirmou o gerente.

O representante da 3R Petroleum compareceu à Assembleia Legislativa a convite dos parlamentares da Comissão de Desenvolvimento Econômico. A expectativa dos deputados era receber uma explicação do motivo de a gasolina vendida pela empresa no estado ser a mais cara do Nordeste e a segunda mais cara do país.

"A empresa foi convidada, numa perspectiva de fazer um diálogo com a empresa e compreender, e a sociedade potiguar entender como se dá esse preço", afirmou a deputada Isolda Dantas (PT).

Como comparação, a Petrobras vende o litro nas refinarias a R$ 2,81, enquanto a 3R vende a R$ 3,21. No Amazonas, único estado mais caro, a gasolina custa R$ 0,02 a mais. A margem de lucro, segundo a petroleira privada gira em torno de R$ 0,06 a R$ 0,07 pos litro de cada combustível, em média.


Criminosos usaram as mesmas armas para matar três policiais militares na Zona Oeste de Natal, aponta laudo

POR ISMAEL JEFFERSON

Laudos de perícia balística comprovam que criminosos usaram as mesmas armas nos assassinatos de pelo menos três policiais militares em Felipe Camarão, na Zona Oeste de Natal. Quatro homicídios de agentes de segurança foram registrados no bairro em 2023.

A informação foi divulgada pela Polícia Civil nesta quarta-feira (13) após a prisão de um homem de 24 anos apontado como autor do homicídio contra o sargento da reserva da Polícia Militar Ionaldo Soares da Silva, no dia 19 de maio.

Segundo a polícia, as mesmas armas usadas no assassinato de Ionaldo, foram utilizadas nas mortes de João Victor Serafim Ramos e também José Pereira da Silva Filho, mais conhecido como sargento Silva Filho, em junho.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, os laudos do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) configuram uma prova técnica que vincula uma facção criminosa local com as mortes dos agentes de segurança pública ocorridas no bairro.

Prisões

A prisão desta quarta-feira (13) foi realizada por policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Contra o suspeito de 24 anos, havia um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça.

Segundo a polícia, outros dois coatores do crime, entre eles um homem apontado como chefe local da facção criminosa, estão presos preventivamente e já foram denunciados pelo Ministério Público.

Segundo a Polícia Civil, o chefe da facção criminosa, junto com outros cinco indivíduos, também foi denunciado pela morte do policial militar João Victor Serafim Ramos, no dia 30 de junho.

Após a prisão do chefe da organização em julho, o delegado Cláudio Henrique, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) afirmou que ele seria o mandante dos três crimes registrados até então.

"Nós sabemos que todas as três mortes, todos os três crimes dos agentes de segurança, foram determinadas, organizadas e executadas pela facção criminosa", disse na ocasião.

Um quarto policial foi assassinado em Felipe Camarão, no mês de agosto.

Policiais mortos no mesmo bairro

Pelo menos quatro policiais militares da ativa e da reserva foram assassinados de policiais no mesmo bairro em 2023. Todos os crimes ocorreram em menos de três meses.


O primeiro caso foi o do sargento da reserva Ionaldo Soares da Silva, de 57 anos. No dia 19 de maio, ele foi cercado por cerca de 10 criminosos, que dispararam pelo menos 15 vezes contra ele na Rua São João.

Já no dia 11 de junho, um domingo, o sargento Silva Filho foi morto a tiros quando chegava em casa, de carro, na Rua Todos os Santos. Ele era lotado no 4º Batalhão da PM, na Zona Norte da capital.

Ainda em junho, no dia 30, o sargento João Victor Serafim Ramos, de 37 anos, foi morto por volta do meio-dia ao chegar na frente de uma casa na Rua Santa Isabel. Esses três casos tiveram características de execução, segundo as autoridades.

Na noite de 12 agosto, o cabo da reserva Francisco de Assis da Silva foi morto a tiros na frente de casa. De acordo com a Polícia Militar, o crime foi registrado por volta das 21h20 na Rua Itamar Maciel.


G1/RN

Detran divulga telefone para atendimento exclusivo sobre a CNH popular no RN

POR ISMAEL JEFFERSON

 




O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) disponibilizou um telefone para atendimento exclusivo aos candidatos do Programa CNH Popular. O serviço está disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, por meio do número (84) 99807-7173. Inscrições acontecem pela internet.

Lançado nesta segunda-feira (11) pelo Governo do Rio Grande do Norte, o projeto segue com inscrições abertas até o dia 25 de setembro, e vai oferecer mil vagas para emissão da Carteira Nacional de Habilitação, distribuídas entre as categorias A, B, C, D e E, é voltado para a população de baixa renda.

Quem pode participar

Podem participar do projeto os beneficiários do Bolsa Família do Governo Federal, devidamente inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), além de outros beneficiários de programas assistenciais em situações similares e previsto em lei.

O programa para o benefício da população de baixa renda inclui isenção de taxas relativas a exames clínico-médicos de aptidão física e mental, exame psicológico, licença de aprendizagem e direção veicular; custos de convecção da primeira CNH ou, em caso de mudança, para a categoria C, D e E.

As despesas referentes aos cursos teórico e práticos de direção veicular, ministrados pelos Centros de Formação de Condutores (CFCs), serão custeados pelo Detran.


Serviço

  • Programa CHN Popular
  • Inscrições: De 12 a 24 de setembro
  • Acesso para o edital e inscrições: https://cnhpopular.detran.rn.gov.br
  • Contato para atendimetno: (84) 99807-7173 (Segunda-feira a sexta-feira, 8h às 14h).

G1/RN