PESQUISA ESTE SITE

Total de visualizações de página

PESSOAS ONLINE



02 abril 2024

Ipanguaçu: Lideres das Igrejas evangélicas se unem ao poder público para disponibilizar ajuda humanitária

REDAÇÃO ITAJÁ TV

O prefeito de Ipanguaçu Remo Fonseca ao lado do vice prefeito Silvio Nobre, estiveram reunidos na noite desta terça-feira (2) no Centro de Cultura aonde está servindo como base da Defesa Civil de Ipanguaçu, aonde na oportunidade ouviram os lideres das Igrejas e organizações missionárias evangélicas.

 

O segmento se comprometeu em ajudar toda nossa equipe disponibilizando voluntários e vai mobilizar pessoas para realizar mutirão de arrecadação de mantimentos para as famílias afetadas, além de visitar os populares que necessitaram sair de suas casas e estão sendo abrigados nas escolas da rede municipal. Disse o chefe do executivo municipal.




Procurado por suspeita da prática de homicídio é preso em operação da Polícia Civil nas Malvinas em Mossoró

REDAÇÃO ITAJÁ TV

Policiais civis da 10ª Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (10ª DHPP) prenderam, nesta terça-feira (02), Antônio Jeferson da Silva Saraiva, o Jefinho do ouro Negro de 23 anos, pelo crime de homicídio contra Paulo Luan Sena Marques, de 22 anos.

O crime ocorrido no dia 16 de fevereiro de 2024, na comunidade Ouro Negro, no bairro Aeroporto, em Mossoró. O homem, que estava sendo procurado pela Polícia Civil, foi localizado e preso no bairro das Malvinas, em Mossoró.

A “Operação Black Gold”, que resultou no cumprimento de dois mandados de prisão preventiva e três mandados de busca e apreensão, aconteceu no dia 18 de março de 2024, onde Dois homens, integrantes de uma facção criminosa, foram presos, e um adolescente foi apreendido em consequência da ação policial realizada também no Ouro Negro, na cidade de Mossoró.

Durante a operação, as equipes da Polícia Civil prenderam um homem, de 21 anos, investigado como sendo um dos autores do homicídio. Um segundo suspeito, de 28 anos, foi preso em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e corrupção de menores, bem como um adolescente, de 14 anos, foi apreendido em flagrante por ter praticados atos infracionais análogos ao crime de posse ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.

Na ocasião, foram apreendidas quatro armas de fogo de um “paiol” pertencente a uma facção criminosa, sendo duas armas calibre 12, um revólver 38 e um revólver 32. Diversas munições também foram apreendidas.

Ainda, foram apreendidas drogas prontas para a venda, bem como aproximadamente R$350,00 (trezentos e cinquenta reais) em dinheiro fracionado. Após ser preso, Jefinho foi encaminhado ao Sistema Prisional e ficará à disposição da Justiça.

Fim da linha 

Com alta na refinaria e novo valor de ICMS, gasolina sobe quase R$ 0,40 por litro no RN

REDAÇÃO ITAJÁ TV

No primeiro trimestre de 2024, o custo do litro da gasolina no Rio Grande do Norte acumula um aumento de R$ 0,394 por litro, incluindo reajustes na refinaria e o aumento do valor AdRem do ICMS. Considerando os valores médios do início do ano, estes quase R$ 0,40 centavos por litro, equivalem a um aumento de 6,72% nos três primeiros meses do ano (1,8 vezes a inflação prevista para todo o ano de 2024).

No mesmo período, os postos de combustíveis do estado repassaram R$ 0,31 em média por litro, segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, absorvendo o restante do aumento como forma de mitigar a natural queda nas vendas que ocorre quando há elevação de preços nas bombas. Dos quase R$ 0,40 centavos que a gasolina subiu no primeiro trimestre, R$ 0,242 equivalem ao reajuste acumulado (quatro aumentos e três reduções, conforme o quadro abaixo) na refinaria Clara Camarão.

Já os R$ 0,152 restantes dizem respeito ao aumento, a partir de 1º de fevereiro, da alíquota AdRem do ICMS que passou (em todo o Brasil) de R$ 1,22 para R$ 1,3721 por litro. Com isso, o valor fixo passou a corresponder, tomando por base o valor médio do preço da gasolina nas bombas potiguares apurado pela ANP em 30 de março, a 22,2% ou 2,2 pontos percentuais acima do modal de 18% de ICMS praticado pelo Estado.

Fonte: Tribuna do Norte 

Suspeito de integrar facção criminosa é preso em Macau

REDAÇÃO ITAJÁ TV

Um homem de 27 anos foi preso nesta terça-feira (2), suspeito de integrar uma facção criminosa. A prisão ocorreu na cidade de Macau, na região salineira do RN. A Polícia Civil do RN identificou o suspeito como João Paulo Fernandes de Moura.

Participaram da ação policiais civis da 61ª Delegacia de Polícia Civil de Guamaré (61ª DP de Guamaré) e da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher de Macau (DEAM Macau).

A ação decorre de uma investigação iniciada quando 21 pessoas organizaram uma festa de uma facção criminosa, onde haviam, além de vários membros do grupo criminoso, estavam presentes menores de idade. No local a polícia ainda encontrou drogas e armas, sendo que um símbolo alusivo à facção criminosa foi feito de forma ornamental utilizando cocaína.

Na ocasião, as 21 pessoas apontadas como organizadoras da festa foram conduzidas à autoridade policial e indiciadas por tráfico de drogas e organização criminosa.

Novo Notícia

RN tem o mês de março menos violento da última décadaRN tem o mês de março menos violento da última década

REDAÇÃO ITAJÁ TV

A integração do trabalho das forças de segurança pública no Rio Grande do Norte resultou em mais um recorde alcançado. O mês de março foi o menos violento da série histórica, ou seja, dos últimos 14 anos. Durante o mês foram registradas 71 mortes violentas, 25,2% a menos do que em março de 2023, quando ocorreram 95 mortes.

Segundo dados consolidados pela Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (COINE) da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED), no comparativo ano a ano entre os meses de março, o mês de março de 2024 foi o menos violento desde 2011.

Os índices positivos da segurança pública são evidenciados também no primeiro trimestre de 2024. Neste período, de 1º de janeiro a 31 de março, o Rio Grande do Norte reduziu em 23,8% o número de mortes violentas em relação ao mesmo período de 2023.

De acordo com a COINE, no somatório dos primeiros três meses de 2023 foram registradas 294 mortes violentas. Neste ano, no mesmo período, foram 224 ocorrências.

MORTE VIOLENTAS NO RN:
Janeiro
2023: 115
2024: 92

Fevereiro
2023: 84
2024: 61

Março
2023: 95
2024: 71

Série histórica para o mês de março:

2011: 85
2012: 76
2013: 143
2014: 154
2015: 153
2016: 172
2017: 199
2018: 163
2019: 149
2020: 128
2021: 140
2022: 87
2023: 95
2024: 71

Semarh estuda causas para rompimento de ponte na BR-304 e analisa barragens

REDAÇÃO ITAJÁ TV

A Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado (Semarh), com apoio do Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (Igarn) e outros órgãos voltados à estrutura hídrica, está realizando um levantamento em campo com o objetivo de diagnosticar as causas do rompimento da ponte na BR-304, no município de Lajes. De acordo com o diretor técnico do Igarn, Procópio Lucena, a expectativa é que a coleta de informações seja finalizada nesta semana. Na sequência, será feito um relatório técnico para dar prosseguimento aos demais trâmites legais. O diretor, porém, preferiu não antecipar possíveis causas.

A BR-304, no trecho que percorre o km 204 a 206, em Lajes, está totalmente interditada desde a tarde do último domingo (31) e ainda não há previsão de retorno do tráfego na via. O motivo da interdição foi a queda de uma ponte sobre o Riacho do Bom Fim, após as chuvas que atingiram o Estado, além do transbordamento de dois rios no local. De acordo com o diretor-técnico do Igarn, nenhuma hipótese está sendo descartada na análise dos fatores que levaram à ocorrência.

Desde segunda-feira (1º), afirma Procópio Lucena, equipes de engenheiros da Semarh e do Igarn estão se deslocando até os reservatórios da região que têm influência no volume das águas do rio que passa pela ponte afetada na BR-304. Até o momento, já foram coletadas informações sobre cerca de 12 reservatórios e os resultados serão analisados na elaboração do relatório técnico.

A Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado (Semarh) reforçou que a avaliação sobre a causa do rompimento da pontae ainda está sendo montada a partir dos diagnósticos coletados e não há uma hipótese específica que possa ser apontada. Entre os pontos avaliados nos reservatórios, especialmente, estão as medições e as condições das paredes dos equipamentos.

Apesar de não haver a confirmação por parte da Semarh ou do Igarn, populares levantaram a hipótese de que alguma barragem construída de maneira irregular tenha se rompido e, com a força das águas no leito do rio, a ponte tenha sido destruída.

Barragens

Segundo o mais recente relatório publicado pela Agência Nacional de Águas (ANA), em 2022, o Brasil tem 22.654 estruturas cadastradas pelos órgãos fiscalizadores no Sistema Nacional de Informações sobre Segurança de Barragens (SNISB). Dessas, 11.488 (ou 51%) estão regularizadas.

De acordo com o técnico em recursos hídricos da ANA, Alexandre Anderaos, muitas barragens não são regularizadas porque foram construídas antes da criação da Política Nacional de Segurança de Barragens (PNSB), estabelecida pela lei 12.334/2010, que passou a exigir a autorização. Hoje, para construir uma barragem é preciso outorga. Se a barragem está regularizada, significa que tem um empreendedor identificado, que tem dados básicos registrados.

Em 2023, o Igarn listou que 37% das barragens do Rio Grande do Norte estava em categoria de risco. Além disso, outras 42,69% se encontravam com alto índice de Dano Potencial Associado (DPA). A classificação leva em consideração os 670 reservatórios fiscalizados pelo instituto. As categorias não necessariamente representam risco iminente de rompimento dos reservatórios.

Por outro lado, o estado possuía no ano passado três reservatórios com risco crítico de acidentes: a barragem Lucrécia (em Lucrécia), Calabouço (em Passa e Fica) e Algodoeira São Miguel, em Angicos. De acordo com os dados do Relatório das Barragens publicado em 2022 (com dados referentes a 2021), a Algodoeira São Miguel preocupava o Igarn “por significativa percolação (que é movimento descendente da água no interior do solo, de cima para baixo”, enquanto a de Lucrécia preocupava pela instabilidade para suporte de cheias em sua cota máxima, e a barragem Calabouço preocupava a ANA pela ocorrência de trincas longitudinais ao longo do coroamento e sem estrutura de descarga de fundo.

Jardim do Seridó

Um caso mais recente de risco foi na barragem Passagem das Traíras, no Seridó potiguar, que teve uma abertura emergencial permitindo a passagem de milhões de metros cúbicos de água para evitar o rompimento do reservatório, que aguarda conclusão das obras há vários anos.

A abertura da ensecadeira amplia ainda mais o problema de desperdício de volume de água na Barragem Passagem das Traíras. A informação foi confirmada à TRIBUNA DO NORTE pelo diretor de Infraestrutura Hídrica do Dnocs, Luiz Ernani Junior, que explicou a abertura emergencial na ensecadeira da barragem. Na prática, a abertura é uma espécie de desvio do curso do rio.

“Choveu demais na região, cerca de 130mm, e o volume das águas que estava chegando na área da barragem, considerando a ensecadeira, começou a preocupar uma vez que existia a possibilidade de haver o galgamento da ensecadeira e consequentemente colocá-la em colapso. Tomamos uma medida emergencial, abrimos a ombreira direita para que essa descarga passasse pelo túnel da galeria. Quando tivermos uma redução desse volume vamos fechar a ensecadeira para concluir o serviço da barragem da passagem”, disse o diretor, em março deste ano.


Com Informações Tribuna do Norte 

Polícia prende homem suspeito de matar e decapitar jovem em João Câmara

REDAÇÃO ITAJÁ TV

Policiais civis da 85ª Delegacia de Polícia Civil (85ª DP de João Câmara) deram cumprimento, nas primeiras horas desta terça-feira (02), a mandados de prisão e de busca e apreensão em desfavor de um homem, de 23 anos, investigado pelos crimes de homicídio, organização criminosa e tráfico de drogas. A prisão aconteceu no bairro CEAC, no município de João Câmara/RN, região do Mato Grande.

A investigação da equipe da 85ª DP de João Câmara teve como intuito apurar o crime de homicídio contra Erik Matheus Alves, de 23 anos, ocorrido em janeiro de 2024, quando ele foi morto e decapitado por um grupo criminoso. Na ocasião, a cabeça da vítima foi encontrada no dia 4 de janeiro, às margens da RN-120, em João Câmara. Já o corpo foi encontrado no dia seguinte em um distrito do município.

Além do homicídio, o investigado também é suspeito de integrar uma facção criminosa e de atuar como “disciplina”, ou seja, responsável por executar outros faccionados, usuários de drogas e “castigar’ pessoas que tenham infringido regras impostas pelo próprio grupo.

Os mandados judiciais foram expedidos pela 1ª Vara da Comarca de João Câmara/RN. As investigações da Polícia Civil do Ran continuam a fim de identificar e localizar todos os envolvidos no crime. O homem foi preso e encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Com Informações Tribuna do Norte 

Barragem Armando Ribeiro e Barragem de Santa Cruz de apodi se aproxima dos 70% diz igarn

REDAÇÃO ITAJÁ TV


Além do açude Gargalheiras, as barragens de Santa Cruz do Apodi, em Apodi, e a Armando Ribeiro Gonçalves, em Assú, se aproximam dos 70% de capacidade. Os dados são do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), divulgados nesta terça-feira (2).

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, chegou aos 65,77%, registrando na manhã desta terça 1.560.922.758 m³. Já em Apodi, a reserva hídrica Santa Cruz do Apodi chegou aos 69,32%, com o volume atual de 415.733.100 m³.

Confira:

Armando Ribeiro Gonçalves

Capacidade: 2.373.066.000 m³
Volume Atual: 1.560.922.758 m³
Percentual: 65,77%

Santa Cruz do Apodi

Capacidade: 599.712.000 m³
Volume Atual: 415.733.100 m³
Percentual: 69,32%

Santa Cruz segue em alerta para aumento do volume de água do Rio Trairi

REDAÇÃO ITAJÁ TV

A cidade de Santa Cruz, região Agreste potiguar, segue em alerta para o aumento no nível das águas do Rio Trairi, e solicita aos moradores, especialmente, aos que residem próximos ao leito do Rio Traiti, nas proximidades da ponte do bairro Paraíso, que redobrem atenção, pois há riscos de inundação. As equipes da Defesa Civil do município estão monitorando a região e, embora, não haja desabrigados no momento, o órgão elaborou um plano estratégico para essa eventualidade.

De acordo com a técnica da Defesa Civil de Santa Cruz, Márcia Faraildes Bezerra Nogueira, “por enquanto, não há famílias desabrigadas, mas já temos um plano estratégico, caso isso aconteça, já temos um local para enviar essas famílias. Estamos com equipes da assistência social orientando a população para que saiam do leito do Rio Trairi enquanto estiverem os alertas de chuvas”, explicou.

Em nota, divulgada nas redes sociais, a Defesa Civil de Santa Cruz informou “que o volume de águas do rio está subindo de forma significativa nas últimas horas, em virtude das intensas chuvas nas cabeceiras do rio em Campo Redondo e Coronel Ezequiel, e nesta madrugada há riscos de atingir algumas residências que margeiam o Rio Trairi, nas proximidades da ponte do bairro Paraíso”, diz trecho.

Segundo a Defesa Civil, a orientação é para que os moradores que se encontrarem nessas condições deixem suas residências, visando garantir sua segurança.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu, nesta segunda-feira (1º), dois alertas de perigo de chuvas intensas para todas as cidades do Rio Grande do Norte. São 51 municípios sob aviso de perigo, com legenda laranja, que indica chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia.

Já no alerta amarelo, de perigo potencial, são 167 cidades com chance de chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia. Os alertas foram iniciados às 9h e seguirão ativos até às 10h desta terça-feira (2).

Fuga em Mossoró: Ministério da Justiça abre processo contra 10 servidores da penitenciária

REDAÇÃO ITAJÁ TV

A Corregedoria-Geral da Secretaria Nacional de Políticas Penais (Senappen), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, determinou a abertura de Procedimentos Administrativos Disciplinares (PAD) contra 10 servidores pela fuga dos dois presos da Penitenciária Federal de Mossoró (RN). Outros 17 vão precisar assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).

Deibson Nascimento e Rogério Mendonça fugiram do presídio de segurança máxima no dia 14 de fevereiro.

A determinação está na conclusão do relatório que apurava a responsabilidade dos funcionários da Penitenciária Federal de Mossoró na fuga dos presos. A corregedora do sistema prisional, Marlene Inês da Rosa, concluiu que houve falhas de procedimentos carcerários na fuga.

Também ficou determinado que os servidores que vão assinar o TAC não podem cometer as mesmas infrações e também precisam fazer cursos de procedimentos.

Entre os punidos, está o chefe da Divisão de Segurança da penitenciária, que vai responder um PAD. Ele havia sido afastado da função preventivamente no dia 20 de fevereiro, junto com os chefes das divisões de Inteligência e Administrativa, que não foram punidos.

A corregedora também abriu uma nova Investigação Preliminar Sumária para continuar apurando as causas da fuga.

O relatório não será divulgado, segundo a corregedoria, para não prejudicar as novas investigações e novos procedimentos correcionais que estão estão sendo instaurados.

A fuga chegou ao 49º dia nesta terça-feira (2). A Força Nacional encerrou na sexta-feira (29) a participação nas buscas e deixou a cidade de Mossoró, onde estava desde o dia 23 de fevereiro. Segundo o Ministério da Justiça, o setor de inteligência será reforçado nessa nova fase de buscas.

A fuga
Rogério e Deibson fugiram da Penitenciária Federal de Mossoró no dia 14 de fevereiro, Quarta-Feira de Cinzas. Os dois presos, originalmente do Acre, estavam na unidade desde setembro de 2023 e são do Comando Vermelho.

Esta foi a primeira fuga registrada na história do sistema penitenciário federal, que inclui ainda penitenciárias em Brasília (DF), Catanduvas (PR), Campo Grande (MS) e Porto Velho (RO).

g1

Moradores de Acari fazem 'vigília' às margens do açude Gargalheiras que está prestes a sangrar após 13 anos: 'Sensação de felicidade'

REDAÇÃO ITAJÁ TV


 O açude de Gargalheiras, na cidade de Acari, na Região Seridó do Rio Grande do Norte, ultrapassou os 89% de capacidade total, ficando próximo de sangrar após 13 anos - a última vez que isso ocorreu foi em maio de 2011.

A "sangria" é o termo usado para quando o reservatório transborda, ultrapassando os 100% da capacidade.

A atualização do nível do açude foi feita pelo Instituto de Gestão de Águas do RN (Igarn) e repassada à Inter TV Cabugi às 8h30 desta terça-feira (2).

Diante do aumento rápido do volume nos últimos dias, os moradores da cidade e da região Seridó vivem a expectativa de que o açude transborde ainda nesta terça. Para não perderem esse momento, alguns deles passaram a fazer uma espécie de "vigília", chegando a passar parte da madrugada no local.

O reservatório, quando estava completamente seco, serviu de cenário para o filme brasileiro Bacurau, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, lançado em 2019. Em janeiro de 2021, o Açude de Gargalheiras se tornou patrimônio histórico do Rio Grande do Norte.

O Açude de Gargalheiras é um dos principais reservatórios do estado, com capacidade para mais de 44 milhões de metros cúbicos de água. Ele chegou a ficar completamente seco (com 0% de nível de água) em alguns momentos entre os anos de 2017, 2018 e 2019.

Para se ter ideia do aumento no volume nos últimos dias, no relatório semanal mais recente divulgado pelo Igarn, na quinta-feira passada (28), o Açude Gargalheira apresentava 36% de acúmulo de água - e esse já era o maior volume registrado desde 2012.

Além das chuvas que caíram nos últimos dias no estado, o aumento no nível do Gargalheiras foi impulsionado também pela sangria do Açude Dourado, em Currais Novos, que levou parte da água para o açude de Acari.

Expectativa pela sangria
Moradores de Acari e visitantes da cidade vivem há alguns dias a expectativa de que o açude possa sangrar.

O funcionário público Lucas Max saiu de Caicó, cidade próxima no Seridó, para acompanhar a possível sangria do Gargalheiras.

"Sensação muito grande de felicidade. Eu sou de Caicó, mas eu dou por vista a felicidade do pessoal de Acari, do sertão. Eu vi aqui que o pessoal saiu de 2h da manhã na espera dele sangrar", disse.

O sentimento é ainda mais tocante para quem viveu todos os anos de seca na própria cidade de Acari e presenciou esse aumento no volume nos últimos dias.

O aposentado José Carlos Medeiros relatou que a construção do Açude de Gargalheiras, há mais de 60 anos, ajudou muito a cidade de Acari. Pelo tempo que acompanha o reservatório, ele acredita que o local pode sangrar ainda nesta terça-feira caso chova na cidade.

"Acredito que se chover hoje, de meia noite pra amanhã [quarta], ele está sangrando. Se não chover, ele pode chegar até perto de sangrar", disse.

g1




Moradores da comunidade de são miguel que estão ilhadas por trás do açude de pataxó pede ao prefeito remo providências pois o barco está chegando atrasado

REDAÇÃO ITAJÁ TV

A comunidade de Sítio São Miguel que é localizada no município de Ipanguacu/RN está sendo prejudicada por conta que o barquinho que foi colocado pra atravessar as pessoas que trabalham veio chegar agora a pouco tempo no sangrador do açude público de Pataxó a comunidade pede encarecidamente que o gestor municipal de Ipanguacu Remo Fonseca resolva isso porque não tem cabimento as pessoas chegarem mais atrasado no trabalho por conta dele porque o rapaz que está atravessando o pessoal no barquinho não está chegando cedo lá!
Segundo defesa civil do município:" O barco está disponível a partir das 6:00 horas da manhã se estendendo até a noite, a depender do fluxo de pessoas. Quanto a localização do barco, o mesmo fica atracado na prainha de Pataxó, próximo a granja boa vista, e em São Miguel nas margens do açude paralelo a residência do senhor Jurandir . Sobre a quantidade de pessoas e transporte de mercadoria fica a critério técnico do barqueiro responsável, pois o translado deve ser feito com segurança."só que isso não está acontecendo precisamos de uma solução!!!
Porque se ele é pra atravessar trabalhadores e pessoas da comunidade então ele era pra está de 6hrs da manhã até a noite mais não está!

Segundo os moradores, o barco não está indo até lá, pois está disponível a população ribeirinha.


ATENCIOSAMENTE MORADORES DA COMUNIDADE DE SÃO MIGUEL 

Só lembrancas de bartô galeno: Moradores do Sítio cumbe ilhados e a construção da passagem molhada que é bom nada né Dr gustavo?

REDAÇÃO ITAJÁ TV

Infelizmente!

Mais um ano de sangria do açude de medubim e a prefeitura do Assú não cumpriu com sua palavra de fazer a construção da passagem molhada, para que os moradores não passe por esse perrengue.

Que vergonha!

Em 2020, 2021, 2022, 2023, 2024, e nada de resposta aos moradores, alô dr gustavo, vamos diminuir o sofrimento dessas centenas de famílias que por sorte vai ter uma nova passagem alternativa por Itajá, porquê se não fosse seu amigo Alaor não tinha como os moradores passar.

Muitos vereadores, foram lá tirar fotos para se sair bem na mídia e ser o salvador da pátria mais até o momento nada, só fazendo os moradores de besta....