PESQUISA ESTE SITE

Total de visualizações de página

PESSOAS ONLINE



24 fevereiro 2024

Motorista tenta invadir residência oficial do presidente Lula

REDAÇÃO ITAJÁ TV

O Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, sofreu uma tentativa de invasão no início da manhã deste sábado, 24. O episódio foi relevado pelo portal de notícias Metrópoles e confirmado pela reportagem com a Secretaria de Comunicação Social da Presidência (Secom). De acordo com a Secom, a Polícia está investigando e ninguém foi pego em flagrante. Mais detalhes não foram divulgados.

Segundo informações do portal Metrópoles, por volta das 6h, o motorista de um Ford Focus preto seguiu em direção ao Alvorada, onde mora o Lula, na Zona Cívico-Administrativa de Brasília. Ao ser visto na área do bloqueio de acesso, porém, o condutor teria desobedecido a ordem de parada.

Em seguida, o veículo teria furado os pneus na “cama de faquir” – dispositivo com perfuradores em metal para evitar a fuga de veículos -, escapando em direção ao Palácio do Jaburu, que é a residência oficial do vice-presidente. Para tentar detê-lo, de acordo com a apuração do portal, um segurança atirou duas vezes contra o veículo.

Estadão Conteúdo

Caçando sarna para se coçar: Lula responde a Israel e volta a falar em genocídio na Faixa de Gaza

REDAÇÃO ITAJÁ TV

“Eu sou favorável a criação do Estado Palestino livre e soberano Que possa esse Estado Palestino viver em harmonia com o Estado de Israel. O que o governo de Estado de Israel está fazendo não é guerra, é genocídio. Crianças e mulheres estão sendo assassinados”, disse ao participar de um evento da Petrobras.

“Não tentem interpretar a entrevista que eu dei. Leia a entrevista e parem de me julgar a partir da fala do primeiro-ministro de Israel”, acrescentou. Lula voltou a dizer que “não estão morrendo soldados, estão morrendo mulheres e crianças dentro dos hospitais”. E repetiu: “se isso não é genocídio, não sei o que é genocídio”.

O petista seguiu dizendo que o Conselho de Segurança da ONU “não representada nada, não toma decisão em nada e não faz paz em nada”. E criticou o veto dos EUA à resolução apresentado pelo Brasil, quando ocupou a presidência rotativa do CS.

“A lógica da ONU não é agir de forma democrática”, disse ao questionar o poder de veto que têm os cinco países com assento permanente no Conselho(Reino Unido, China, Rússia, EUA e França)

“A gente não pode aceitar a guerra na Ucrânia, como não pode aceitar a guerra em Gaza e nenhuma guerra”, concluiu ao reclamar do que chamou de “hipocrisia” na classe política.

Mais cedo, o ministro das Relações Exteriores isralense, Israel Katz, voltou a provocar Lula nas redes socais. “Ninguém vai separar o nosso povo, nem você”, dizia a mensagem acompanhada por uma ilustração que mostrava brasileiros e israelenses abraçados.

Em publicações feitas ao longo da semana, a chancelaria de Israel também disse que a fala de Lula era “vergonha” e chamou o presidente brasileiro de “negacionista do Holocausto”. As declarações foram duramente rebatidas pelo ministro das Relações do Brasil, Mauro Vieira, que chamou o tratamento dado a Lula de “insólito”.

No último fim de semana, o petista abriu uma crise diplomática com Israel ao equiparar a guerra na Faixa de Gaza ao Holocausto. “O que está acontecendo em Gaza não aconteceu em nenhum outro momento histórico, só quando Hitler resolveu matar os judeus”, disse.

Inicialmente, o presidente condenou o ataque terrorista do Hamas, que desencadeou o conflito. Depois, passou a criticar também a resposta de Israel, acusando o país de “terrorismo” e “genocídio”. Ao falar sobre o Holocausto, no entanto, Lula cruzou o que o primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu, chamou de “linha vermelha” e foi declarado “persona non-grata” por Israel.

A reação de Tel-Aviv irritou o Brasil, que vê uso político da crise no momento em que o governo israelense enfrenta crescente pressão internacional pelo drama humanitário em Gaza. Como gesto de insatisfação, o Itamaraty retirou de forma temporária o seu embaixador em Israel, Frederico Meyer, e chamou o representante israelense em Brasília Daniel Zonshine para uma conversa.

Como bem aponta o ministro, segundo precedente do próprio STF (Pet 5.244), a voluntariedade é condição para a validade de um acordo de colaboração. Assim, havendo qualquer dúvida acerca da existência dela, a situação deve ser analisada.

Para além disso, a notícia da prática de excessos pela Operação Lava Jato – tais como comprometimento da cadeia de custódia das provas, compartilhamento ilegal de informações sigilosas, além da utilização de prisões temporárias e sufocamento financeiro para “estimular” a assinatura de acordos de colaboração e leniência -, apesar de não ser nova, representa uma situação gravíssima que precisa ser apurada.

A revisão dos acordos de leniência em prol de se verificar se foram firmados efetivamente a partir dos princípios a eles aplicáveis, e seguindo os ditames legais, é mais do que necessária, tanto pelo respeito às garantias constitucionais dos alvos de investigações – administrativas ou penais – como para a própria eficácia e respeitabilidade desses instrumentos negociais.

Tendo sido o Tribunal Pleno provocado pela PGR, nos resta acompanhar se os demais ministros irão referendar ou não as decisões proferidas por Toffoli, bem como qual será a amplitude a elas conferida. A depender, muitos pedidos de revisão de acordos de leniência e colaboração premiada poderão – e certamente irão – surgir.

Estadão Conteúdo

Polícia oferece recompensa para quem ajudar a encontrar fugitivos de Mossoró

REDAÇÃO ITAJÁ TV

A polícia está oferecendo uma recompensa de 15 mil reais para quem ajudar a encontrar os fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró. A informação foi confirmada pela Polícia Federal neste sábado (24).

A possibilidade de oferecer uma recompensa foi discutida durante uma reunião entre as forças de segurança nesta segunda-feira (19).

Os presos fugiram da Penitenciária Federal de Mossoró no último dia 14. Desde então, buscas estão sendo feitas na região.

Homem é preso pela GCM conduzindo veículo com 52kg de maconha em Mossoró no Oeste Potiguar

REDAÇÃO ITAJÁ TV


Agentes da Guarda Civil de Mossoró apreenderam nesta sexta feira 23 de fevereiro de 2024, uma grande apreensão de maconha em Mossoró no Oeste do Rio Grande do Norte.

De acordo com informações da GCM, o Pelotão de Ação Ambiental Municipal (PAAM) e a Ronda Ostensiva Municipal (ROMU), patrulhavam nas proximidades dos logradouros públicos dos conjuntos Abolições, quando de repente passou um veículo em alta velocidade realizando direção perigosa.

Houve um acompanhamento e os Guardas perceberam que o veículo suspeito, por pouco não colidiu com uma motocicleta. Ao se aproximar do Conjunto Abolição III, os agentes deram voz de parada para orientar o mesmo e de imediato, o condutor já demostrou bastante nervosismo.

Ao ser indagado o que estava levando ele ficou mais nervoso ainda. Ao verificar os sacos pretos de lixo, os Guardas perceberam que havia diversos tabletes possivelmente análogo com maconha.

Os procedimentos de praxes foram realizados na Delegacia de Plantão e a droga apreendida foi pesada e deu em torno de 52 quilos análogo a maconha e mais 12,5 quilos de ferro para aumentar o peso da droga. A maconha ficou apreendida e antes da conclusão dos procedimentos na DP, a droga foi leva ao ITEP onde será periciada pelo órgão para comprovar de fato, o tipo.

Fim da linha 

Adolescente é apreendido com grande quantidade de drogas durante abordagem da ROCAM no Santo Antônio em Mossoró

REDAÇÃO ITAJÁ TV

Uma ação da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas (ROCAM) do 2º Batalhão de Polícia Militar, ocorrida nesta sexta feira 23 de fevereiro de 2024, resultou na apreensão de um menor de idade e uma grande quantidade de drogas.

A ação foi realizada no Loteamento Santa Helena região do Bairro Santo Antônio em Mossoró. Na ocasião foram apreendidos, vários tabletes e papelotes de maconha e balança de precisão.

A equipe realizava patrulhamento oestensivo naquela região, quando suspeitaram de indivíduos em atitude suspeitas e na abordagem encontraram as drogas.

O adolescente foi conduzido, juntamente com o material apreendido à delegacia de Plantão, e apresentado ao delegado plantonista Roberto Moura para procedimentos na forma da lei.

Fim da linha 

De motorista de prefeitura ao mundo da música cantor Itajaense anuncia demissão e destaca nova trajetória

REDAÇÃO ITAJÁ TV

E foi a quase 8 anos que o artista Itajaense Edson Jiqui passou transportando pacientes para natal, e foi dentro da vân que toda sua história músical começou.
E foina noite desta sexta-feira (23), que o artista se despediu de toda essa trajetória anunciando sua demissão, do cargo de motorista da prefeitura de Itajá deixando a seguinte mensagem, ao lado dos pacientes o mesmo anuncia uma nova trajetória em uma seguinte mensagem.




EDSON JIQUI






 Nem todo mundo tem a sorte que eu tive. Encontrei um trabalho que me fez muito feliz e, mais que isso, tive comigo os melhores parceiros. Essa mensagem é para dizer que chegou o momento da despedida. Não está sendo fácil, mas em vários momentos da vida precisamos fazer escolhas.A parte mais difícil é deixar tanta gente legal, que dividia os dias comigo. Vocês foram e são especiais para mim. Aceito agora um novo desafio profissional na certeza de que vocês seguirão bem. Torço por todos vocês. Só tenho a agradecer por tudo. Vou sentir saudades dos pacientes que durante todos esses anos me dediquei o máximo para tratar bem todos vocês, desculpas por as vezes não ser tão 100% mas todos sabem que me esforcei sempre para o melhor de todos, não sou um motorista perfeito, mas fiz o melhor de mim! Que Deus abençoe a todos, vou sentir muita saudades! Agradecer a prefeitura municipal pela confiança a todos esses anos de trabalho que me dediquei com muito amor e carinho!🙏🙏🙏

PF suspeita que fugitivos de Mossoró receberam apoio de facção e estejam no Ceará

REDAÇÃO ITAJÁ TV

Os dois presos foragidos da Penitenciária Federal de Mossoró podem estar escondidos em cidades do interior do Ceará. A hipótese é investigada pela Polícia Federal, que apura ainda se eles estariam recebendo apoio do Comando Vermelho na região. A informação é do jornal O Globo.

A procura por Deibson Nascimento e Rogério Mendonça envolve mais de 500 agentes de forças estadual e federal de segurança. Integrantes da Força Nacional também chegaram a Mossoró nesta sexta-feira (23) para auxiliar nas buscas.

Os policiais fazem buscas nas imediações de Mossoró, que também compreende a cidade vizinha Baraúna e a divisa com o Ceará. Helicópteros, drones e cãos farejadores também são utilizados na operação para recaptura.

Os fugitivos escaparam da penitenciária federal no último dia 14. Eles já invadiram sítios que ficam no entorno do presídio, fizeram uma família refém e roubaram celulares. Segundo relato de uma das vítimas, os criminosos chegaram a perguntar sobre rotas para ir ao Ceará.

As buscas pela dupla chegou ao décimo dia nesta sexta-feira. Três pessoas foram presas pela Polícia Federal, na quarta-feira (21), suspeitas de fornecer apoio aos foragidos.

Com penas que superam 70 de prisão e acusados de cometerem vários crimes como homicídio, latrocínio e roubo, os criminosos foragidos foram transferidos para Mossoró após terem participado de uma rebelião no Presídio Antônio Amaro Alves, na região metropolitana de Rio Branco, que resultou na morte de cinco detentos em julho de 2023.

Tribuna do Norte 

‘Tarado do Alto’ é identificado e indiciado pela Polícia Civil de Pau dos Ferros

REDAÇÃO ITAJÁ TV

Um homem, de 38 anos, foi indiciado pelo crime de ato obsceno no município de Pau dos Ferros, na região do Alto Oeste potiguar. Por conta dos seus atos impróprios, ele ficou conhecido como “Tarado do Alto”.

Durante o mês de Janeiro de 2024, várias pessoas de um grupo de ciclitas, em sua maioria mulheres, compareceram a DEAM para registrar denúncias de que um homem, desde o mês de outubro de 2023, estaria realizando atos obscenos às margens da BR-226, na saída do bairro Alto São Geraldo.

Segundo relatos de pessoas à polícia, o suposto autor ficava se masturbando quando as ciclistas passavam no local.

De posse das informações, a Polícia Civil fez diligências e identificou, através de imagens de câmeras de monitoramento, o suspeito. Ouvido na sede da delegacia, o homem confessou que praticou os atos obscenos mais de uma vez.

O suspeito foi indiciado pelo crime de ato obsceno, com pena prevista de três meses a um ano de detenção, além disso, a autoridade policial representou pela medida cautelar de proibição de frequentar a BR-226 no período das 16 às 19h, horário em que o grupo de ciclistas realizam suas atividades.

Todo ato obsceno é quando há manifestação de cunho sexual praticada em local público ou aberto ao público, capaz de ofender o pudor médio da sociedade.

Oposição protocola pedido de impeachment de Lula na Câmara

REDAÇÃO ITAJÁ TV


Deputados federais da oposição protocolaram, nesta quinta-feira (22), pedido de impeachment do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo a assessoria da deputada Carla Zambelli (PL-SP), autora da proposta, o pedido tem 139 assinaturas e mais quatro nomes serão acrescentados na próxima segunda-feira (26).

O pedido foi apresentado após declaração em que Lula comparou as ações militares de Israel na Faixa de Gaza ao Holocausto contra judeus na 2ª Guerra Mundial.

Os parlamentares argumentam que o presidente infringiu artigo da Constituição Federal que prevê como crime de responsabilidade “cometer ato de hostilidade contra nação estrangeira, expondo a República ao perigo da guerra, ou comprometendo-lhe a neutralidade”, conforme o Artigo 5° da Constituição Federal.

Nesta semana, ministros, deputados e senadores da base governista defenderam a declaração de Lula. Segundo eles, o presidente buscou chamar a atenção para as mortes de civis palestinos na Faixa de Gaza, e não ofender ou criticar o povo judeu.

A abertura do processo depende de decisão do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

Agência Brasil

Governo do RN nomeia 233 novos policiais civis; confira a lista

REDAÇÃO ITAJÁ TV

O Governo do Rio Grande do Norte publicou, neste sábado (24), no Diário Oficial do Estado (DOE), a nomeação de um total de 40 delegados, 21 escrivães e 172 agentes de polícia civil, todos aprovados no mais recente concurso público. Esses profissionais estarão integrando o Quadro de Pessoal da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (PCRN). Clique aqui e confira a lista (pág 3).

Conforme trecho da publicação, “considerando a relação de cargos vagos, na Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Norte, decorrentes de aposentadoria, exoneração, demissão e falecimento, que totalizam, até 23/02/2024, 21 cargos de Escrivão de Polícia, 40 cargos de Delegado de Polícia e 172 cargos de Agente de Polícia”, diz.

De acordo com a Polícia Civil, desde 2019, o Governo do Estado vem realizando promoções e nomeando novos servidores. Em 2020, o edital do concurso público da Polícia Civil foi publicado e as provas foram realizadas em 2021. Na ocasião, 360 policiais foram nomeados. Já em 2024, um Curso de Formação do mesmo certame foi concluído e, inicialmente, 233 formados serão nomeados, totalizando mais de 600 novos servidores, o que vai representar um incremento de quase 50% do efetivo atual em pouco mais de um ano.

O último concurso público da Polícia Civil foi em 2008, e o anterior, 15 anos antes. Ou seja, em quase três décadas, só houve dois concursos para a Polícia Civil do Rio Grande do Norte.


Tribuna do Norte 


Petrobrás lança programa cultural de investimentos no valor de R$ 250 milhões

REDAÇÃO ITAJÁ TV

O programa Petrobrás Cultural foi modificado e a empresa lançou, nesta sexta-feira (23), no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, uma nova seleção pública com investimento recorde de R$ 250 milhões.

O evento contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da primeira dama Janja Lula da Silva, do presidente da Petrobrás, Jean Paul Prates, da ministra da cultura Margareth Menezes e de outros ministros.

A petroleira implantou mecanismos para garantir o mínimo de 15% do valor do investimento para cada região do país. As inscrições já estão abertas e são gratuitas através do site da Petrobrás. O prazo se encerra dia 8 de abril. A divulgação dos resultados está prevista para julho, no portal da empresa.

“Faz parte do interesse de uma empresa nacional como a Petrobrás investir na cultura. Essa é a contrapartida que a empresa tem que dar a um povo que precisa de cultura, assim como necessita de outras coisas”, falou o presidente Lula no evento. O chefe do executivo nacional disse que essa é a hora do Brasil deixar de ser o último. “Precisamos ser os primeiros em algo. A cultura é o caminho”, disse.

O presidente da Petrobrás, Jean Paul Prates considerou o momento histórico para a cultura nacional. “Estamos lançando a maior seleção pública de projetos culturais da história. Construímos em parceria com o Ministério da Cultura e com a secretaria de comunicação”, comentou.

Cada R$ 1 investido em cultura devolve ao país R$ 1,59 de acordo com Prates. “Por isso digo que não é gasto, é investimento. Vamos investir e diversificar”, explicou. “Acreditamos no poder transformador da cultura”, complementou.

A ministra da cultura a Margareth Menezes disse que essa é uma oportunidade de reposicionar a cultura também como fator importante para o desenvolvimento. “Precisamos dar uma oportunidade ao nosso planeta e às futuras gerações. Um povo que tem uma cultura forte tem autonomia diante do mundo”, comentou.

Leandra Leal falou em nome da classe cultural e disse que a cultura brasileira, assim como o carnaval é alegre, diversa, ajuda a manter a democracia e a preservar a identidade, mas disse que fazer cultura não é fácil. “O investimento público é fundamental para a economia criativa. Somos responsáveis por mais de 7 milhões de empregos”, finalizou. (O editor de cultura, a Itamar Ciríaco viajou à convite da Petrobrás).

Tribuna do Norte 

Irmão de foragido do presídio federal em Mossoró é preso no Acre, diz PF

REDAÇÃO ITAJÁ TV

O irmão de um dos foragidos do presídio federal de Mossoró (RN), foi preso em Rio Branco, no Acre, nesta sexta-feira (23). Johnney Weyd Nascimento da Silva, de 40 anos, que foi detido pela Polícia Federal, é irmão de Deibson Cabral do Nascimento. O nome dele foi apurado pelo g1 e a equipe da Rede Amazônica Acre.

Johnney é condenado por roubo e participação em facção criminosa e tinha um mandado de prisão em aberto, que foi cumprido nesta sexta por agentes da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado no Acre (Ficco-AC).

De acordo com a Polícia Federal (PF-AC), a prisão é um desdobramento das investigações sobre a fuga de Deibson Cabral Nascimento, de 33 anos, e Rogério da Silva Mendonça, de 35. A fuga ocorreu no dia 14 de fevereiro e os homens seguem sendo procurados.

Fuga no Rio Grande do Norte
Há 10 dias, um aparato com mais de 500 agentes, helicópteros, drones e cães farejadores buscam pelos dois criminosos: Deibson Nascimento e Rogério Mendonça. Embora os foragidos tenham deixado algumas pistas para trás, eles ainda não foram localizados até a manhã desta sexta-feira (23).

Os dois presos são do Acre e estavam na Penitenciária de Mossoró desde 27 de setembro de 2023. Eles foram transferidos após participarem de uma rebelião no presídio de segurança máxima Antônio Amaro, em Rio Branco, que resultou na morte de cinco detentos - três deles decapitados.

Ambos são ligados ao Comando Vermelho, facção de Fernandinho Beira-Mar, que também está preso na unidade federal de Mossoró.

Rogério da Silva Mendonça, de 35 anos, é acusado de assaltos no Acre. Já preso, foi acusado de mandar matar o adolescente Taylon Silva dos Santos, de 16 anos, em abril de 2021. Após o crime, Rogério foi transferido para o Presídio Antônio Amaro Alves, na capital, para o Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), onde ficou desde então, até ter sido transferido ao Rio Grande do Norte.

Rogério responde a mais de 50 processos. Ele é condenado a 74 anos de prisão, somadas as penas, de acordo com o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC).

Já Deibson Cabral Nascimento, de 33 anos, tem o nome ligado a mais de 30 processos e responde por crimes de organização criminosa, tráfico de drogas e roubo. Ele tem 81 anos de prisão em condenações.

G1/ACRE

Força-tarefa aumenta cerco na divisa do RN com o CE em busca de fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró

REDAÇÃO ITAJÁ TV

A força-tarefa que atua na busca pelos dois fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró aumentou o cerco na divisa do Rio Grande do Norte com o Ceará. Na noite de sexta-feira (23), uma operação foi realizada na região para tentar recapturar Deibson Nascimento e Rogério Mendonça, que fugiram do presídio no dia 14 de fevereiro.
Segundo César Tralli, da TV Globo, um homem foi parado em uma barreira policial e teria informado que estava entregando alimentos a dois homens em um sítio na região. Ele disse que há três dias estava sendo obrigado a deixar comida no local, próximo de Baraúna.
O homem afirmou que ele e a família estavam sendo ameaçados pelos fugitivos, que estavam escondidos nas proximidades desse sítio. Isso teria motivado o reforço das buscas no trecho.
A operação contou com pelo menos dez viaturas da força-tarefa, além de um helicóptero que sobrevoou a área. As buscas entram pelo 11º dia neste sábado (24).
A Penitenciária Federal de Mossoró fica na RN-015, que liga o município de Mossoró à cidade de Baraúna, a última cidade do RN antes do Ceará.
Os investigadores mantêm a convicção de que os fugitivos permanecem pela região. Nesta sexta-feira (23), uma reportagem do g1 revelou que policiais estiveram a poucos metros dos dois fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró no terceiro dia de buscas (veja detalhes mais abaixo).
Diante das pistas, as buscas foram concentradas na divisa, que conta com uma grande área de mata, inclusive com um parque de tamanho equivalente a 25 mil campos de futebol. A área tem mata fechada, cavernas e animais peçonhentos - fatores que dificultam o trabalho dos agentes de segurança.
A polícia também passou a investigar uma mulher de 21 anos presa em flagrante no Ceará com 24 quilos de droga e uma pistola. Ela é suspeita de dar apoio aos dois foragidos, e a polícia investiga se a mulher iria fornecer armas à dupla.

Ela e outras duas pessoas foram presas na quinta-feira (22) suspeitas de ajudarem os foragidos após a fuga.

As investigações apontam que integrantes da facção criminosa Comando Vermelho estão dando apoio aos dois presos que fugiram da prisão de segurança máxima de Mossoró (RN).

A sexta-feira, o décimo dia de buscas, contou com o reforço da Força Nacional, que chegou em Mossoró durante a madrugada. Ao todo, o Minsitro da Justiça autorizou o envio de 100 agentes e 22 viaturas.

Além da Força Nacional, o aparato para as buscas dos dois fugitivos conta com mais de 500 agentes federais e das polícias locais, helicópteros, drones e cães farejadores.

Irmão de fugitivo é preso no AC
O irmão de um dos foragidos do presídio federal de Mossoró (RN) foi preso em Rio Branco, no Acre, nesta sexta-feira (23). Johnney Weyd Nascimento da Silva, de 40 anos, detido pela Polícia Federal, é irmão de Deibson Cabral do Nascimento.

Johnney é condenado por roubo e participação em facção criminosa e tinha um mandado de prisão em aberto, que foi cumprido nesta sexta por agentes da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado no Acre (Ficco-AC).

De acordo com a Polícia Federal (PF-AC), a prisão é um desdobramento das investigações sobre a fuga do Presídio Federal de Mossoró.

Polícia ficou a metros de fugitivos
Os policiais da força-tarefa estiveram a poucos metros dos dois fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró no terceiro dia de buscas. A casa invadida pelos homens fica a 3 km do presídio (veja foto mais abaixo).

Na noite do dia 16 de fevereiro, por volta das 20h, Deibson Nascimento e Rogério Mendonça renderam um morador e invadiram a casa dele. Os criminosos permaneceram no local por cerca de 4 horas. Enquanto eles estavam na casa, um carro da polícia passou na rua da residência e abordou um grupo de moradores.

O dono da casa disse que nesse momento um dos fugitivos estava deitado na varanda da casa, onde fica a TV por onde eles viram as notícias da fuga. O outro estava em pé e viu um carro com farol apagado se aproximando da residência. Ele chamou o morador, perguntou se era a polícia e o morador disse achar que se tratava de uma viatura policial.

Quando o carro se aproximou da casa, os policiais abordaram um motorista que passava pelo local com um grupo de moradores da região.

“Os policiais chegaram e abordaram a gente. Só abordagem de rotina. Perguntaram se a gente morava aqui, foi tranquilo”, disse o motorista.

Segundo ele, a abordagem aconteceu perto de meia-noite, quando os dois criminosos estavam na casa.


Na sequência, os dois criminosos fugiram e mandaram o morador e a esposa se trancarem em casa. Com medo, o morador obedeceu à ordem e só saiu de casa para acionar a polícia cerca de duas horas depois.

Enquanto permaneceram na casa, os fugitivos jantaram, fizeram ligações e assistiram TV. Eles chegaram ao endereço armados com um pedaço de madeira, e durante o tempo que ficaram na residência ameaçaram o morador para que não os denunciasse.

Críticas à operação
Para o ex-secretário nacional de Segurança Pública e coronel da reserva da Polícia Militar de São Paulo, José Vicente da Silva Filho, o uso do aparato policial por um prazo longo não faz sentido e tem um custo elevado.

"É um exagero. É injustificável o uso de um contingente como esse por tanto tempo. Faz sentido nos dois primeiros dias, em que se mobiliza todas as forças para buscar a recaptura. Depois de uma semana, é preciso deixar a cargo da investigação", afirmou.

"Todas essas forças de segurança foram retiradas de outras áreas em que a população também precisa das suas atuações. Estão fazendo barreiras na área rural, onde não há demanda. E talvez os criminosos já não estejam mais no estado", pontuou.

O especialista ainda afirmou que os custos de uma operação como essa envolvem o dia de trabalho dos profissionais, alimentação, combustível de carros e aeronaves, hospedagem, entre outras despesas. Apesar disso, ele preferiu não estimar o valor gasto nas ações, até agora.

G1/RN

ABSURDO: Vereadores do município de paraú impede população de participar do programa minha casa minha vida

REDAÇÃO ITAJÁ TV


 A cidade de Paraú se viu recentemente diante de uma oportunidade de integrar o rol de municípios contemplados pelo programa habitacional do Governo Federal, "Minha Casa Minha Vida". Para que o município pudesse se qualificar para a implementação do programa, era necessário o desenvolvimento de ações e aporte de contrapartida municipal, conforme exigências e normativas do Ministério das Cidades.

 

No entanto, o poder executivo dependia do aval da câmara municipal para que a cidade se tornasse elegível para receber o programa. Em uma sessão transmitida ao vivo nas redes sociais, a presidente do legislativo, Ana de Vigário, submeteu o projeto de lei à votação, que infelizmente foi rejeitado pelos vereadores João Victor, Durval Filho, Ana Neres, Neguinha, Edilson Júnior e Washington. A ausência de explicações claras sobre os motivos da recusa deixou a população perplexa e gerou estranheza entre os moradores.

 

O programa "Minha Casa Minha Vida" é uma importante iniciativa habitacional do Governo Federal, que visa subsidiar a aquisição de moradias para famílias com renda de até R$8.000,00. Com taxas de juros mais baixas em todo o Brasil, o programa tem o objetivo de realizar o sonho da casa própria para mais de 1 milhão de brasileiros.

 

Diferentemente de Paraú, em Assú, a câmara municipal aprovou o projeto, autorizando a doação do terreno pelo executivo e permitindo que o município seja incluído na lista de cidades aptas a receberem residências destinadas a famílias em situação de vulnerabilidade.

 

Com a recusa dos vereadores de Paraú, a população está agora questionando os motivos que levaram esses representantes a não apoiarem a participação da cidade no programa "Minha Casa Minha Vida".