PESQUISA ESTE SITE

Total de visualizações de página

PESSOAS ONLINE






13 maio 2024

LAURENCE AMORIM ENTRA NA DISPUTA PELA PREFEITURA DE MOSSORÓ EM 2024

REDAÇÃO ITAJÁ TV

O presidente municipal do PSDB em Mossoró, vereador Lawrence Amorim, encara como uma missão a convocação do partido para sair candidato a prefeito do município nas eleições de outubro, depois de ter obtido apoios dos presidentes nacional e estadual do partido, Marconi Perillo e o deputado estadual Ezequiel Ferreira.
Lawrence Amorim entende que para discutir os problemas de Mossoró precisa dialogar com outros segmentos políticos: “Existem pré-candidaturas e vamos dialogar com todos os partidos todos os segmentos da sociedade”.


Presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira reforça o posicionamento do vereador Lawrence Amorim, como forma de tirar da zona de conforto o pré-candidato à reeleição, prefeito Allyson Bezerra (União Brasil), que divulga pesquisas de opinião pública em que alcança 80% de aprovação dos mossoroenses: “Fortalecimento de pré-candidaturas se faz com diálogo, trazendo partidos para se juntar ao PSDB e fazer as mudanças que Mossoró começa a sinalizar”.


Para Ezequiel Ferreira zona de conforto em política “muitas vezes não existe, zona de conforto em política é sempre perigoso, porque em política ou eleição só se acaba quando contam votos”.


Assim foi, complementou Ferreira, “a vitória de Allyson Bezerra em cima de Rosalba Ciarlini, estava sentada na cadeira de prefeita, de uma família tradicional de Mossoró e Allyson saiu da Assembleia, com dois anos de deputado estadual, quando ninguém acreditava, tirou Rosalba da zona de conforto”.


Para Lawrence Amorim “é necessário que se veja a quantidade de pessoas que estão saindo do grupo do prefeito, pessoas de primeira hora, que não acreditavam quando tinha 80% de popularidade, pessoas que acreditavam quando tinha 2% das pesquisas eleitorais contra Rosalba Ciarlini, ex-governadora, ex-senadora e quatro vezes prefeita de Mossoró e ganhamos a eleição”.


Agora, segundo Amorim, está assumindo o papel de uma pré-candidatura a prefeito no momento em que Allyson Bezerra tem alto índice de aprovação e enfrenta denúncias de corrupção, “não porque ele ‘está fraco ou caindo a popularidade’, e mesmo com todo o favoritismo, a democracia precisa de pessoas que façam o contraponto para o desenvolvimento da cidade, da região Oeste e do Rio Grande do Norte”.


Lawrence Amorim disse que não tem preconceito em relação a nenhum outro grupo politico, e aceitar conversar, inclusive, com a ex-prefeita Rosalba Ciarlini. “Não temos nenhum problema de sentar à mesa de nenhum partido, sempre fiz política de forma moderada, não tenho inimigos políticos, tenho adversários políticos”, continuou ele, que passa a ser o quinto pré-candidato a prefeito pela oposição.


O presidente da Câmara afirmou que pessoalmente não tem nada contra o prefeito Allyson Bezerra (União Brasil), mas entende que a oposição precisa “debater ideias e projetos e que possa, realmente, fazer política olhando no olho e assumindo e cumprindo compromissos, a gente tem de ter menos discursos nas redes sociais e mais ações”.


Segundo Amorim, essas pessoas que integraram de primeira hora o grupo político do prefeito “e não mais, é porque talvez esteja faltando esse diálogo”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário